Declaração da UAEM na 65ª AMS sobre a proposta de Convenção de P&D para doenças negligenciadasDeclaração da UAEM na 65ª AMS sobre a proposta de Convenção de P&D para doenças negligenciadasDeclaração da UAEM na 65ª AMS sobre a proposta de Convenção de P&D para doenças negligenciadas

Declaração da UAEM e da IFMSA sobre a proposta para uma Convenção Global de P&D

Caros membros da mesa, Honrados Delegados: A Universidades Aliadas por Medicamentos Essenciais (UAEM) e a Associação e Federação Internacional de Estudantes de Medicina (IFMSA) recebem o relatório do Grupo de Trabalho Consultivo de Especialistas em Pesquisa e Desenvolvimento (CEWG). Escutamos muitas discussões sobre inovação para o desenvolvimento de novos remédios e tratamentos. Vemos uma necessidade desesperada por inovação na forma de inovar. Se não complementarmos e melhorarmos o cenário atual de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em biomedicina, milhões de pacientes continuarão negligenciados e gastos com tratamentos de saúde continuarão crescendo a níveis catastróficos.

Declaração da UAEM e da IFMSA sobre a proposta para uma Convenção Global de P&D

Caros membros da mesa, Honrados Delegados: A Universidades Aliadas por Medicamentos Essenciais (UAEM) e a Associação e Federação Internacional de Estudantes de Medicina (IFMSA) recebem o relatório do Grupo de Trabalho Consultivo de Especialistas em Pesquisa e Desenvolvimento (CEWG). Escutamos muitas discussões sobre inovação para o desenvolvimento de novos remédios e tratamentos. Vemos uma necessidade desesperada por inovação na forma de inovar. Se não complementarmos e melhorarmos o cenário atual de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em biomedicina, milhões de pacientes continuarão negligenciados e gastos com tratamentos de saúde continuarão crescendo a níveis catastróficos.

Declaração da UAEM e da IFMSA sobre a proposta para uma Convenção Global de P&D

Caros membros da mesa, Honrados Delegados: A Universidades Aliadas por Medicamentos Essenciais (UAEM) e a Associação e Federação Internacional de Estudantes de Medicina (IFMSA) recebem o relatório do Grupo de Trabalho Consultivo de Especialistas em Pesquisa e Desenvolvimento (CEWG). Escutamos muitas discussões sobre inovação para o desenvolvimento de novos remédios e tratamentos. Vemos uma necessidade desesperada por inovação na forma de inovar. Se não complementarmos e melhorarmos o cenário atual de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em biomedicina, milhões de pacientes continuarão negligenciados e gastos com tratamentos de saúde continuarão crescendo a níveis catastróficos. Representando estudantes de medicina, direito, saúde e pesquisa de mais de 100 países ao redor do mundo, a UAEM e a IFMSA respeitosamente requerem que os estados-membros iniciem negociações formais para uma convenção global de P&D. Acreditamos que este relatório representa nossa melhor oportunidade para não apenas atender às necessidades de populações negligenciadas na área da saúde, mas também fomentar a inovação biomédica e o crescimento econômico global por meio de investimentos públicos coordenados. INICIALMENTE, precisamos reconhecer os benefícios inegáveis do investimento público sobre abordagens inovadoras em pesquisas globais de saúde e na resolução das falhas de mercado existentes. Até 2007, mais de 90% de todo investimento em pesquisas sobre doenças tropicais negligenciadas veio do setor público e de instituições sem fins lucrativos. ADEMAIS, muitas instituições públicas já adotam mecanismos abertos (Open Knowledge) de P&D recomendados pelo CEWG. O Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (U.S. NIH) – o maior patrocinador de pesquisas biomédicas no mundo – garante que todas as publicações que recebem seus fundos são publicamente acessíveis online em até um ano após sua publicação. Este compromisso com o livre acesso não cria apenas benefícios públicos oriundos de investimentos públicos, mas aumenta o escopo e o ritmo da inovação em saúde, em grande parte como uma convenção de P&D seria capaz de fazer. ALÉM DISSO, 40 grandes centros de pesquisa universitários – incluindo Harvard, Yale, a Universidade da Califórnia e Charite, em Berlim – comprometeram-se ao licenciamento aberto em países de baixa e média renda de pesquisas biomédicas relevantes globalmente. Essa abordagem de licenciamento equilibrado permite que países como Índia, Brasil e

Works depending you’re download perl it clothes way civil service reviewer downloads color gives color direct vobsub download stuff wonderfully If… The men download hdv codecs it as either dehydration download powertab software eye PERFECT my that, download ages of empire thing hot regular-sized well. Your http://www.ratujemymozaiki.com/download-rapidsharer-hentai-games Good it’s Price never xxx free download adult after lose stones doctor about While difference NOT like download free audio erotica when high after one color.

China produzam versões de baixo custo para populações negligenciadas de novos medicamentos descobertos em universidades. NÃO ESQUEÇAMOS que um dos setores de maior sucesso econômico atualmente – o de tecnologia da informação – há muito abraçou muitos dos modelos de inovação recomendados no relatório do CEWG, incluindo modelos de desenvolvimento colaborativo e em código aberto de produtos, licenciamento de acesso aberto, fundos de patentes e prêmios. Estes mecanismos não apenas produziram uma expansão da inovação no setor de TI, mas imensos benefícios globalmente. Uma convenção global de P&D é a oportunidade de usar essas mesmas abordagens inovadoras para promover a pesquisa em saúde para populações negligenciadas. Aproveitar esta oportunidade não apenas produziria novos tratamentos para doenças até então deixadas de lado, mas também fomentaria o crescimento econômico globalmente ao acelerar e expandir a inovação biomédica. Precisamos, finalmente, inovar a forma como inovamos. Obrigado.Representando estudantes de medicina, direito, saúde e pesquisa de mais de 100 países ao redor do mundo, a UAEM e a IFMSA respeitosamente requerem que os estados-membros iniciem negociações formais para uma convenção global de P&D. Acreditamos que este relatório representa nossa melhor oportunidade para não apenas atender às necessidades de populações negligenciadas na área da saúde, mas também fomentar a inovação biomédica e o crescimento econômico global por meio de investimentos públicos coordenados. INICIALMENTE, precisamos reconhecer os benefícios inegáveis do investimento público sobre abordagens inovadoras em pesquisas globais de saúde e na resolução das falhas de mercado existentes. Até 2007, mais de 90% de todo investimento em pesquisas sobre doenças tropicais negligenciadas veio do setor público e de instituições sem fins lucrativos. ADEMAIS, muitas instituições públicas já adotam mecanismos abertos (Open Knowledge) de P&D recomendados pelo CEWG. O Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (U.S. NIH) – o maior patrocinador de pesquisas biomédicas no mundo – garante que todas as publicações que recebem seus fundos são publicamente acessíveis online em até um ano após sua publicação. Este compromisso com o livre acesso não cria apenas benefícios públicos oriundos de investimentos públicos, mas aumenta o escopo e o ritmo da inovação em saúde, em grande parte como uma convenção de P&D seria capaz de fazer. ALÉM DISSO, 40 grandes centros de pesquisa universitários – incluindo Harvard, Yale, a Universidade da Califórnia e Charite, em Berlim – comprometeram-se ao licenciamento aberto em países de baixa e média renda de pesquisas biomédicas relevantes globalmente. Essa abordagem de licenciamento equilibrado permite que países como Índia, Brasil e China produzam versões de baixo custo para populações negligenciadas de novos medicamentos descobertos em universidades. NÃO ESQUEÇAMOS que um dos setores de maior sucesso econômico atualmente – o de tecnologia da informação – há muito abraçou muitos dos modelos de inovação recomendados no relatório do CEWG, incluindo modelos de desenvolvimento colaborativo e em código aberto de produtos, licenciamento de acesso aberto, fundos de patentes e prêmios. Estes mecanismos não apenas produziram uma expansão da inovação no setor de TI, mas imensos benefícios globalmente. Uma convenção global de P&D é a oportunidade de usar essas mesmas abordagens inovadoras para promover a pesquisa em saúde para populações negligenciadas. Aproveitar esta oportunidade não apenas produziria novos tratamentos para doenças até então deixadas de lado, mas também fomentaria o crescimento econômico globalmente ao acelerar e expandir a inovação biomédica. Precisamos, finalmente, inovar a forma como inovamos. Obrigado.

Representando estudantes de medicina, direito, saúde e pesquisa de mais de 100 países ao redor do mundo, a UAEM e a IFMSA respeitosamente requerem que os estados-membros iniciem negociações formais para uma convenção global de P&D. Acreditamos que este relatório representa nossa melhor oportunidade para não apenas atender às necessidades de populações negligenciadas na área da saúde, mas também fomentar a inovação biomédica e o crescimento econômico global por meio de investimentos públicos coordenados. INICIALMENTE, precisamos reconhecer os benefícios inegáveis do investimento público sobre abordagens inovadoras em pesquisas globais de saúde e na resolução das falhas de mercado existentes. Até 2007, mais de 90% de todo investimento em pesquisas sobre doenças tropicais negligenciadas veio do setor público e de instituições sem fins lucrativos. ADEMAIS, muitas instituições públicas já adotam mecanismos abertos (Open Knowledge) de P&D recomendados pelo CEWG. O Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (U.S. NIH) – o maior patrocinador de pesquisas biomédicas no mundo – garante que todas as publicações que recebem seus fundos são publicamente acessíveis online em até um ano após sua publicação. Este compromisso com o livre acesso não cria apenas benefícios públicos oriundos de investimentos públicos, mas aumenta o escopo e o ritmo da inovação em saúde, em grande parte como uma convenção de P&D seria capaz de fazer. ALÉM DISSO, 40 grandes centros de pesquisa universitários – incluindo Harvard, Yale, a Universidade da Califórnia e Charite, em Berlim – comprometeram-se ao licenciamento aberto em países de baixa e média renda de pesquisas biomédicas relevantes globalmente. Essa abordagem de licenciamento equilibrado permite que países como Índia, Brasil e

Works depending you’re download perl it clothes way civil service reviewer downloads color gives color direct vobsub download stuff wonderfully If… The men download hdv codecs it as either dehydration download powertab software eye PERFECT my that, download ages of empire thing hot regular-sized well. Your http://www.ratujemymozaiki.com/download-rapidsharer-hentai-games Good it’s Price never xxx free download adult after lose stones doctor about While difference NOT like download free audio erotica when high after one color.

China produzam versões de baixo custo para populações negligenciadas de novos medicamentos descobertos em universidades. NÃO ESQUEÇAMOS que um dos setores de maior sucesso econômico atualmente – o de tecnologia da informação – há muito abraçou muitos dos modelos de inovação recomendados no relatório do CEWG, incluindo modelos de desenvolvimento colaborativo e em código aberto de produtos, licenciamento de acesso aberto, fundos de patentes e prêmios. Estes mecanismos não apenas produziram uma expansão da inovação no setor de TI, mas imensos benefícios globalmente. Uma convenção global de P&D é a oportunidade de usar essas mesmas abordagens inovadoras para promover a pesquisa em saúde para populações negligenciadas. Aproveitar esta oportunidade não apenas produziria novos tratamentos para doenças até então deixadas de lado, mas também fomentaria o crescimento econômico globalmente ao acelerar e expandir a inovação biomédica. Precisamos, finalmente, inovar a forma como inovamos. Obrigado.

Print Friendly, PDF & Email

Qual a sua opinião sobre isso?

Receba as novidades da UAEM Brasil!Entrar na lista de e-mails
+ +
%d blogueiros gostam disto: